sábado, 6 de novembro de 2010

Sr. Bentley, o Enraba-Passarinhos

"Sr. Bentley, o Enraba-Passarinhos ", de Ágata Ramos Simões (Saída de Emergência)

Sinopse: 
Sr. Bentley, o Enraba-Passarinhos, irá provocar incontroláveis convulsões aos amantes das ditas avezinhas e a qualquer incauto que ainda não tenha compreendido as verdades do mundo. É um clister moral, uma purga mal-pensante, um insulto ao bom-gosto, um gosto pelo insulto, um compêndio de palavras feias e um espelho do Portugal politicamente correcto em que o leitor habita. O Sr. Bentley não conhece travão e nada tem de sagrado. Mais do que uma pedrada no charco, é um verdadeiro pontapé nas penduricalhas miudezas deste pântano à beira mar encalhado; Portanto, leitor, acomode a coquilha sobre as jóias da família, proteja os dentes, e prepare-se para a porrada, porque o Sr. Bentley é um peso-pesado. Um Atlas que carrega com alegria sobre os ombros tudo o que de mais abjecto, medonho, mesquinho, estúpido e medíocre os portugueses têm… e, por isso, é um verdadeiro encanto. Pensando bem, caro leitor, tire daí a mãozinha; este livro não é para si!

Opinião:
Não sendo eu muito versada em sátiras, ou mesmo em humor negro (só me lembro de ler um livro que adorei, "A Loja de Suicídios"), parti para este livro com um misto de expectativa e cautela.
anteriormente expressei o meu total desagrado com os palavrões (seja na forma literário, como ainda mais na verbal), mas este desagrado acontece quando os impropérios não são justificados e estão lá simplesmente por estar. O que, certamente, não acontece neste livro, em que tal acto faz parte integrante da fabulosa personalidade do Sr. Bentley.

Nem sei bem o que dizer sobre ele (livro), mas a verdade é que a crítica à sociedade, aos portugueses e à forma como lidamos com o dia-a-dia, está intrínseco em cada página, em cada palavra e em caga acto.

Este livro fez-me pensar, muito. O que raramente acontece em livros deste género. Tudo o que o Sr. Bentley dizia tinha um fundo de verdade tão amargo que simplesmente não dava para rir, mas percebia-se perfeitamente a vertente humor negro, só que de tanto ser clara a sua mensagem, era contra-natura rir com o texto.

Adorei cada uma das personagens, todas distintas e com algo de muito certeiro a transmitir ao leitor.

O final deixou-me algo desnorteada, ao princípio, mas depois até este encarei pelo que realmente era, um retirar do protagonismo ao odiado e abandonado Sr. Bentley, que de alguma forma se resignou ao seu infortúnio e foi deixado de parte, até pelo chapéu-de-chuva. É algo que faz lembrar o que acontece muitas vezes aos nossos idosos. Ficam sós e perdem tudo o que anteriormente parecia fazer sentido, limitando-se a deixar a vida correr, por não terem mais escolhas.

Em suma, foi um livro que me deu prazer ler, mas que não conseguiu deixar-me realmente arrebatada apesar da sua astúcia e uso inteligente e nada rebuscado do português. Aliás, posso dizer que adorei a escrita da autora. Certeira, sem exageros, mas bem versada, sem chegar a ser monótona. Um deleite!
Por isso recomendo a quem goste de sátiras e críticas algo "abusivas" da nossa sociedade e forma de viver.
Fiquei também com muita vontade de ler algo mais da autora (que é também uma das participantes assíduas do NaNoWriMo).

Capa, Edição e Design:
Esta edição está impecável! Capa dura, separador embutido, ilustrações em quase todas as páginas. Design que capta a atenção, sem distrair dos textos. A capa está fabulosa e adoro o facto da cor ser tão arrojada. Só não compreendi porque as ilustrações interiores estavam dispersas e não nos locais mais apropriados (ao lado do texto referente). Não sei se foi propositado ou não, mas também isto não estragou a fantástica edição.
Como ponto negativo à edição, só tenho um a apontar, que me parece indesculpável. E é o facto de o nome do ilustrador não ser mencionado UMA só vez no livro inteiro. O que é uma lacuna do pior. Nos créditos mencionam um site (ao invés de um nome), mas este nem sequer está operacional por isso fica a dúvida sobre quem fez este trabalho de excelência.
A Saída de Emergência apostou forte na edição deste livro, e a obra ficou a ganhar muito com isso.

Nota: A autora tem um blog que podem visitar AQUI.

8 comentários:

  1. Olá, olá.

    Obrigada pela divulgação! Gostei muito de escrever este livro e do Sr. Bentley. Até escrevi uma continuação que infelizmente a S. de E. recusou por não haver público suficiente. Não se esse livro alguma vez verá a luz do dia *inserir música dramática*. Este Bentley, o primeiro, penso que a 1ª versão não esgotou nem está sequer toda vendida. Ainda há exemplares.
    É pena. Gostava que tivesse sido um super-duper best-seller e tal.

    Quase não acredito que fará em Janeiro de 2011 cinco anos que foi publicado.

    Bom. Back to my nano.

    ResponderEliminar
  2. Dunyazade,
    Não tens nada que agradecer. Tinha o livro em casa para ler desde o ano passado e estava já planeado lê-lo em Novembro (coincidência XD). Mas é realmente pena que a SdE não tenha decidido editar a sequela e que as vendas não tenham correspondido às expectativas.
    Mas realmente 5 anos? Parabéns, então.

    cuidadocomodalmata,
    É o título e a capa. :)

    ResponderEliminar
  3. Ah, a sátira não é mesmo a minha cena... li um bocadinho do primeiro capítulo e fiquei-me por ali.

    Mas tenho de admitir, a combo capa + título está no mínimo original. A S. de. E fez um óptimo trabalho na edição! :D

    ResponderEliminar
  4. Bom, a dica me parece da hora. Fiquei com vontade de ler a obra e vou já agendá-la para minhas futuras leituras. Gosto muito de suas resenhas. Considero um dos melhores blogs de livros que já li.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Tenho de admitir que quando vi o título do livro fiquei logo intrigada. Mas depois desta review estou mesmo interessada em lê-lo.

    ResponderEliminar
  6. Anna Raffaella ,
    A edição está impecável! Por acaso sátira também não é dos géneros que mais me agradam, mas de vez em quando sabe bem ler algo assim.

    ViVi,
    Sinto-me lisonjeada e espero que, se tiveres a oportunidade de ler este livro, gostes da leitura.

    Quigui,
    O título não deixa ninguém indiferente. :)
    Espero que gostes da leitura.

    ResponderEliminar
  7. OOo que maneira interessante de entender. Nunca li um livro de humor negro, apesar de ter ficado curiosa! Não sei se leria esse, mas me chamou a ateção!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails